Cunha suspende sessão do Plenário e reúne líderes para discutir reforma política

Em busca de um acordo de procedimentos para o início efetivo da votação de hoje sobre a reforma política, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, suspendeu a sessão do Plenário e convidou os líderes para uma reunião no gabinete da Presidência.

A polêmica em torno da proposta (PEC 182/07) surgiu depois que Cunha aceitou questão de ordem do líder do DEM, Mendonça Filho (PE), pedindo a revisão de decisão de ontem sobre a não votação do texto do relator, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), que permite o financiamento privado de campanhas com doações de pessoas físicas e de empresas.

Com a derrota de uma emenda sobre o tema na madrugada de hoje, os deputados contrários ao financiamento privado de empresas não querem que esse trecho do texto seja novamente votado devido à incorporação dele em outra emenda aglutinativa apresentada nesta quarta-feira.