Nível do Cantareira permanece em 5,1% desde domingo

O nível dos reservatórios do Sistema Cantareira está em 5,1% desde domingo (25), de acordo com medição da Companhia Estadual de Saneamento Básico (Sabesp). Apesar da interrupção nas constantes quedas, as esperadas chuvas na região continuam abaixo das médias históricas.

Para janeiro, era esperada precipitação de 271,1 milímetros (mm). Faltando apenas quatro dias para encerrar o mês, a chuva acumulada foi 134,2 mm, pouco menos que metade do esperado. Ontem, choveu 21 mm na região.

Nos outros mananciais também choveu e foram registradas leves altas. O Guarapiranga passou de 43,7% ontem para 46% hoje. A pluviometria dessa segunda-feira foi 29,8 mm. O acumulado de janeiro registra 218,2 mm. A média histórica para janeiro é 229,3 mm.

No Alto Tietê, o nível subiu de 10,3% ontem para 10,4% hoje. O manancial recebeu aproximadamente um terço das chuvas esperadas para o mês de janeiro. O acumulado é 85,9 mm, e a média histórica é 251,5 milímetros. Para o Alto Tietê, o governador Geraldo Alckmin anunciará hoje detalhes sobre aumento na captação de água no manancial.

Hoje, a Sabesp também começou a disponibilizar em seu site a lista com horários e locais em que havará diminuição da pressão na rede de abastecimento. A medida, segundo a Sabesp, serve para redução nas perdas de água por vazamentos nas tubulações. De acordo com a lista, em algumas regiões, o corte diário dura 18 horas.