Governo paulista quer maior rigor contra falhas da AES Eletropaulo

O secretário estadual de Energia de São Paulo, João Carlos de Souza Meirelles, criticou a qualidade do atendimento da AES Eletropaulo, após reunião com a diretoria da distribuidora de energia. Segundo ele, permanece o problema de falta de equipes para solucionar as demandas de emergência na cidade.

O secretário antecipou que pedirá ao Ministério de Minas e Energia para tornar mais rigorosas as punições, em caso de falhas nos serviços prestados. “Precisamos de solução objetiva para a realidade objetiva do usuário. Não importam índices técnicos; importa a satisfação da pessoa que teve interrompida a sua energia e que, rapidamente, seja atendida”, defendeu Meirelles.

O vice-presidente da AES Eletropaulo, Sidney Simonagio, atribuiu aos temporais os problemas de falta de energia nos últimos dias. Foi uma situação anômala que, segundo ele, extrapolou todas as previsões. Ao ser cobrado sobre o aterramento da fiação, como ocorre em outras cidades, ele descartou obras neste sentido, considerando que custariam muito caro e afetariam o bolso do consumidor.