AC: ação da PF prende suspeitos de planejarem mortes de PMs

A Polícia Federal, Polícia Civil e Polícia Militar do Acre desencadearam a Operação Joker para reprimir um grupo criminoso que estava se organizando para matar policiais.

Ao todo, os policiais cumpriram sete mandados de prisão, 12 mandados de busca e apreensão e três mandados de internação de menores de idade.

A ação é fruto de investigação da PF. Eles analisaram um grupo que se comunicava pelo WhatsApp, o nome do chat era “PM bom é PM morto”. Nele, os jovens estariam armando ciladas contra policiais civis e militares no Acre, com possível formação de um grupo de extermínio para matar policiais.

Pela lei, se condenados, os suspeitos podem cumprir uma pena de 4 a 8 anos de prisão.