Por crise no Cantareira, SP amplia produção no Guarapiranga

O governo do Estado de São Paulo ampliou em mil litros por segundo a produção de água do Sistema Guarapiranga, responsável por abastecer bairros da zona sul da capital paulista. Com isso, o sistema passa a produzir 15 mil litros de água por segundo. Além disso, o sistema passará a abastecer os bairros Vila Monumento, Cambuci, Aclimação, Vila Independência e parte da Mooca. 

“Isso significa que 300 mil habitantes que antes eram abastecidos pelo Cantareira passam a ser abastecidos pelo Guarapiranga”, diz o governador Geraldo Alckmin, que inaugurou, nesta terça-feira, as obras que permitiram o aumento na produção de água.  

O investimento total das obras, que compõem o plano estratégico da Sabesp no combate aos efeitos da seca, é de R$ 76,5 milhões.

Também nesta terça-feira, foi inaugurado um importante conjunto de obras que consiste no novo setor de abastecimento Capão Redondo e na ampliação do reservatório Jardim Ângela, o que promete melhorar o fornecimento de água para 890 mil moradores da zona sul de São Paulo.

Neste novo setor, o investimento foi de R$ 75,8 milhões. A ideia é garantir a oferta de água para quem mora na região do Campo Limpo, Capão Redondo, Jardim São Luiz, Parque Fernanda, Jardim Ângela, Chácara Santa Maria, Alto da Riviera e Jardim Capela.