Ministra vai esclarecer aumento do número de miseráveis no Brasil

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio vai ouvir a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, para explicar o aumento do número de miseráveis no Brasil.

A princípio, o requerimento solicitava a convocação da ministra, o que tornaria a presença de Tereza Campello obrigatória, mas, em reunião na tarde desta quarta-feira (11), os parlamentares entram em acordo e optaram em convidar a ministra a prestar esclarecimentos. A audiência está prevista para 25 de novembro, as 14h30, na Câmara dos Deputados.

De acordo com dados publicados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) no início deste mês, a miséria parou de cair no País. Além disso, o número de miseráveis aumentou, entre 2012 e 2013, de 10,08 milhões para 10,45 milhões.

Para o líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE), os números causam espanto. “É chocante tendo em vista que o atual governo se vangloria da queda da desigualdade no Brasil. Esse foi, inclusive, um dos motes da campanha pela reeleição da Presidente Dilma. Ao que tudo indica, o pífio crescimento econômico e a alta inflação afetaram o combate à miséria” diz.

Divulgação dos dados 

O parlamentar, que solicitou o debate, acentua ainda que outra questão relevante diz respeito ao momento da divulgação dos dados relacionados ao número de miseráveis. “Optou-se por publicar números tão ruins poucos dias após o segundo turno das eleições presidenciais. O atraso na divulgação seria uma opção do próprio Ipea, tendo motivado Herton Araújo a entregar o cargo de diretor de Estudos e Políticas Sociais.”