Famílias sem teto ocupam terreno em Carapicuíba, na Grande São Paulo

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) ocuparam por volta das 23h de ontem (26), um terreno na Rua São Camilo, em Carapicuíba, na Grande São Paulo.  De acordo com o movimento, 500 famílias ocupam a área. A Polícia Militar (PM) fala em 500 pessoas.

De acordo com o MTST, “a área  que tem 97 metros quadrados está abandonada e deve milhões em dívidas aos governos.  O terreno que serve apenas para valorização imobiliária não está cumprindo sua função social, enquanto milhões de famílias não têm onde morar”, diz o movimento em nota.

“As famílias estavam vivendo em áreas de risco, favelas ou sem condições de pagarem alugueis por conta da especulação imobiliária”, acrescentou o MTST.

O movimento reclamou que a PM agiu com truculência durante a ocupação do terreno, ameaçando às famílias sem teto e tentando despejá-las. A polícia, no entanto, disse que a ocupação foi pacífica.