Prefeitura de SP fecha boate onde estava jovem que foi morto após briga

A prefeitura de São Paulo fechou administrativamente, na quarta-feira, a boate Vitrini Show, na zona leste da cidade, por desrespeitar a Lei 12.879, que trata sobre o horário de funcionamento de bares na capital. A casa noturna foi o local onde esteve Ewerton Leandro de Castro Nogueira, 25 anos, antes de ser encontrado morto na madrugada do último domingo, após se envolver em uma briga.

Em nota, a Secretaria de Coordenação das Subprefeituras informou que a boate foi multada e fechada ontem, “inclusive com reforço policial  e abertura de Boletim de Ocorrência” após diversas vistorias do Programa de Silêncio Urbano (Psiu). Ainda de acordo com a secretaria, “caso o estabelecimento não respeite a medida, a próxima ação realizada pelo Psiu será o emparedamento, fechamento, do local”.