Senado decidirá sobre PEC do Voto Aberto nesta terça-feira, diz Jucá

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) afirmou nesta segunda-feira (25) que existe um acordo entre as lideranças dos diversos partidos para a votação em segundo turno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que acaba com o voto secreto no âmbito do Poder Legislativo. A expectativa é de que o texto seja votado ainda nesta terça-feira. As informações da Agência Senado.

“Já se chegou a uma posição que, com a presença de muitos ou poucos parlamentares, não se pode mais adiar essa matéria e, portanto, o Senado cumprirá o seu papel e vai votar nesta terça-feira”, disse o senador. Jucá apresentou três destaques, que são pedidos para que trechos do texto original da proposta sejam votados separadamente.

Segundo ele, "para proteger a posição do parlamentar perante pressões do governo e daqueles que vão ser indicados", ele é a favor do voto secreto em casos de vetos presidenciais e de indicação de autoridades. “Defendemos o voto aberto para a cassação de mandatos e também para todo tipo de matéria legislativa, votações de projetos, emendas constitucionais. Tudo isso é feito de forma aberta, portanto não nenhum tipo de escamoteamento da condição de votação de cada parlamentar”, afirmou.

Reconhecendo não haver acordo sobre os detaques, Jucá refutou uma possível articulação para suprimir do texto final da proposta o fim da eleição em segredo para integrantes das Mesas do Senado e da Câmara. “O que nós estamos discutindo é o voto aberto para qualquer tipo de autoridade, não só do governo federal, mas também para vereadores e assembleias legislativas. Então é um processo muito mais amplo, por isso é que se tem que ter cuidado nessa votação”, comentou.

Questionado sobre uma possível batalha regimental na sessão desta terça-feira, o senador acredita que cada parlamentar já tem sua posição e espera um placar apertado.