Dilma: combater a violência contra a mulher é condição para uma nação mais justa

A presidente Dilma Rousseff afirmou, nesta segunda-feira (25), Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher, que a violência contra a mulher envergonha a sociedade. Segundo Dilma, a luta das mulheres está mudando essa realidade e a Lei Maria da Penha foi o alicerce para o combate a esse tipo crime.

“A violência contra a mulher envergonha uma sociedade que, infelizmente, ainda é sexista e preconceituosa. É uma forma de preconceito do “mais forte” contra a mulher apenas pelo fato de ser mulher. Graças às lutas das mulheres, o Brasil está mudando. A Lei Maria da Penha foi o alicerce do combate à violência contra as mulheres”, disse.

Dilma lembrou das Casas da Mulher, programa da Secretaria de Políticas para as Mulheres, que são o “caminho para garantir um combate permanente e sistemático a essa violência”. As casas vão reunir os serviços para o atendimento à mulher, com delegacia, Judiciário, Ministério Público e atendimento psicossocial.