Ação da PF em SP, RJ e GO investiga desvio de dinheiro de obras públicas

A Polícia Federal realiza nesta terça-feira uma operação em municípios dos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Goiás para aprofundar investigações sobre o desvio de dinheiro de obras públicas. A suspeita envolve a sede e a filial de uma empresa de engenharia, o controlador dela e outras pessoas que estariam relacionadas ao esquema. Segundo a PF, há "fortes indícios de transferências milionárias de recursos" da empresa a sociedades de fachada, "possivelmente desviados de obras públicas".

A Operação Saqueador, que tem o apoio do Ministério Público Federal (MPF), cumpre 20 mandados de busca e apreensão nos três Estados. Cerca de 100 policiais federais trabalham na ação. A PF afirmou que está realizando a perícia contábil-financeira na sociedade investigada para comprovar os desvios de obras.

A investigação começou em 2012, quando uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) enviou um material à PF para que os agentes investigassem uma suposta quadrilha. Os documentos ajudaram a apuração porque identificaram as empresas de fachada que supostamente recebiam valores desviados da companhia investigada. Os suspeitos de envolvimento na quadrilha podem ser indiciados por crimes como lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva e peculato.