Corpo de mulher é esquartejado e colocado em mala em Manaus

O corpo de uma mulher ainda não identificada foi encontrado esquartejado dentro de duas malas no final da manhã deste domingo na Compensa 2, zona oeste de Manaus, capital do Amazonas. Há suspeitas de que os restos mortais pertençam à mulher do traficante João Branco, que está preso.

A primeira mala foi encontrada amarrada ao pé de uma bananeira no beco Lucila, por volta das 9h. Dentro, havia apenas o tronco e alguns membros. A Polícia Militar chegou ao local e soube por moradores que uma outra mala havia sido encontrada na rua das Flores, também na Compensa 2.

Ao acharem a segunda mala, por volta das 11h, os PMs encontraram dentro a cabeça e outros membros. O rosto estava desfigurado devido a provável agressão física sofrida pela vítima. A mala estava escondida embaixo do assoalho de uma casa.

Os restos mortais foram recolhidos pelo Instituto Médico Legal (IML). Até o início da tarde, o corpo permanecia sem identificação.  Segundo peritos, somente com exames de DNA e de arcada dentária poderão determinar a identidade da vítima.  O caso é investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestro (DEHS).