Polícia libera 138 detidos em protesto na Câmara de Municipal de Campinas

São Paulo – No começo da madrugada desta quinta-feira (8), 138 pessoas que protestavam no plenário da Câmara Municipal de Campinas, no interior de São Paulo, foram detidas por policiais militares. Os manifestantes reivindicavam melhorias no transporte público da cidade e pediam esclarecimento sobre o caso do pedreiro Amarildo, desaparecido no Rio de Janeiro após ter sido levado por policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha.

Eles chegaram à câmara por volta das 18h30 e ocuparam o plenário. Os 32 vereadores que participavam da sessão encerraram os trabalhos e deixaram o local. Segundo a assessoria de imprensa da Câmara Municipal, os manifestantes picharam o plenário e quebraram alguns móveis. A PM foi acionada e por volta da 1h da madrugada de hoje retirou os manifestantes do plenário.

Todos foram ouvidos no 4º Distrito Policial de Campinas e, de acordo com a Polícia Civil, os últimos foram liberados às 7h30.