Manifestação em São Paulo teve oito detidos, dois continuam presos

São Paulo - Após a manifestação da noite de ontem (27) na capital paulista, que terminou com agências bancárias depredadas, pichações, semáforos e lixeiras destruídos, oito pessoas foram detidas e encaminhadas ao 78º Distrito Policial, nos Jardins.

De acordo com a Polícia Militar, seis deles foram qualificados e liberados em seguida, mas devem ser chamados pela polícia para auxiliar no reconhecimento dos responsáveis pela depredação. Os outros dois que continuam presos foram encaminhados à Polícia Federal, por estarem com cartões bancários clonados.

A manifestação de ontem reuniu 400 pessoas, que protestavam contra a violência policial no Rio de Janeiro. O ato começou na Avenida Paulista, no Museu de Arte Moderna de São Paulo (Masp), e seguiu bloqueando a via no sentido Paraíso. O grupo seguiu pela Avenida 23 de Maio em direção ao centro.

A PM reprimiu o protesto próximo à Rua Pedroso, quando os manifestantes atacavam a fachada de uma concessionária de veículos. A partir da ação policial, o grupo se dispersou pelas ruas da região da Liberdade.