Massa de ar polar faz nevar em pelo menos 85 cidades do Sul

Pelo menos 85 cidades da região Sul do país registraram neve entre a segunda e a terça-feira. O fenômeno foi causado por uma intensa massar de ar polar que ingressou no Brasil e pela combinação de baixas temperaturas e alta umidade. Em outros locais, ocorreu chuva congelada, quando as gotas congelam "no caminho" entre a nuvem e a superfície e derretem rapidamente ao chegar no chão.

Em Santa Catarina, a Epagri/Ciram confirmou neve em 68 municípios. O frio intenso no Estado ainda proporcionou um belo espetáculo para os moradores da capital na manhã de hoje. Florianópolis não registrou o fenômeno, mas o morro do Cambirela, localizado em Palhoça, na região metropolitana, amanheceu coberto de neve. 

De acordo com as informações da Epagri/Ciram, não nevava no Cambirela há 29 anos: o último registro era de julho de 1984. A temperatura mais baixa nesta terça-feira em Santa Catarina foi de -7,7ºC às 7h, mas a sensação térmica no mesmo horário era de -32ºC, segundo o órgão. O registro foi feito no morro da Igreja, na serra catarinense.

O frio também foi intenso no Paraná e fez nevar em Curitiba, o que não ocorria desde julho de 1975. O Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) confirmou a ocorrência de pequenos flocos de neve em alguns bairros da capital e de chuva congelada em quase toda a cidade. Pelo menos 11 cidades registraram neve no Estado.  

Outros seis municípios gaúchos também tiveram neve entre hoje e ontem. Perto do meio-dia, a capital registrava 8ºC mas, por causa do forte vento, a sensação térmica era de -1ºC, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). 

Quarta-feira

A previsão é que o frio diminua de intensidade no Rio Grande do Sul a partir de amanhã, mas deve ocorrer geada em boa parte do Estado. Segundo a Epagri/Ciram, com o avanço da massa de ar polar por Santa Catarina, as temperaturas nesta quarta-feira estarão entre -10°C e -8°C nas áreas altas do planalto sul. No litoral, as mínimas podem variar entre 0°C a 3°C. No entanto, os moradores do planalto sul catarinense podem enfrentar sensação térmica de -33°C. Na capital, pode chegar a -16°C. Da mesma forma no Paraná o frio se manterá intenso. 

"Em São Paulo, o frio também aumenta", explicou a meteorologista da Climatempo, Aline Tochio. Segundo ela, em Mato Grosso do Sul o frio também deve dar uma trégua a partir desta quarta-feira. As temperaturas baixas atingiram até Mato Grosso, onde em Cuiabá os termômetros marcaram 10ºC, e no sul de Rondônia, onde Vilhena registrou 12ºC.