Dilma se reúne com ministros para discutir visita do papa

A presidente Dilma Rousseff reuniu-se com vários ministros, na manhã deste sábado, no Palácio da Alvorada, para acertar os últimos detalhes da visita do papa ao Brasil. Compareceram os ministros da Defesa, Celso Amorim; das Relações Exteriores, Antônio Patriota; da Justiça, José Eduardo Cardozo; e da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho.

Por conta do encontro, a presidente deixou de comparecer à reunião do Diretório Nacional do PT, em Brasília, que discute a conjuntura política.

Dilma enviou uma carta ao presidente do partido, Rui Falcão, justificando a ausência. “Não poderei estar perto de vocês, como desejo. A vinda do papa Francisco, que está tão próxima, me impõe deveres aos quais eu não posso faltar. O Encontro da Juventude Católica demanda organização e segurança e compromisso de todo o governo”, alegou.

Na carta, a presidente diz ainda que vivemos um desafio histórico, de acolher e atender as reivindicações e os anseios que surgiram nas nossas ruas. Dilma também voltou a defender a realização de um plebiscito sobre a reforma política.