Só 6,8% dos municípios disponibilizam pagamento de contas online

A Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que todas as prefeituras dispunham de computadores em 2012 e 99,8% tinham acesso à internet, ou seja, 5.555 dos 5.565 municípios existentes no ano passado em todo o país. Mas apenas 24,7% tinham o recurso da intranet para melhorar a integração dos sistemas próprios e a comunicação dos empregados.

A pesquisa fez o levantamento da informatização das prefeituras desde 2004 para verificar o desenvolvimento e difusão de informações, além da gestão dos recursos disponíveis.

>> Quase 40% dos municípios têm estrutura para tratar da segurança alimentar

>> Mais da metade dos municípios têm legislação ambiental

>> Apenas 22% dos municípios têm conselhos para discutir a política urbana

>> Número de servidores públicos supera 6,2 milhões em municípios brasileiros

Se, em 2009, 60% das prefeituras tinham página na internet, o número passou para 75,5% em 2012, chegando a 99,6% dos municípios entre 100 mil e 500 mil habitantes e todos os com mais de 500 mil habitantes. Mas a gerente da Munic,Vânia Pacheco, ressalta que os serviços oferecidos via web ainda são muito raros.

“Infelizmente os nossos municípios ainda não chegaram a ter as páginas nesse formato. A grande maioria é informativa ou interativa, onde você pode mandar um e-mail ou simplesmente pegar uma classificação de concurso, mas transacional são poucos. Transacional é a página que permite agendar uma matricula escolar ou uma consulta no posto de saúde pela internet. Isso ainda é uma raridade nas páginas da internet dos municípios”.

Em 65,3% dos casos, a página do município somente disponibiliza informações sobre órgãos da administração pública. Em 26,8% dos municípios presentes na rede mundial, a página é do tipo interativa: permite o recebimento de informações, como reclamações e cadastros. Já as páginas do tipo transacional  (que permitem o pagamento de impostos, contas e matrícula em escolas) estavam presentes em apenas 6,8% dos municípios conectados. Do total, 0,1% não souberam informar o tipo da página que estava sendo oferecida.

Quanto ao atendimento à população, 95% dos municípios ofereciam, no ano passado, algum serviço a distância, proporção pouco acima dos 94,2% verificados em 2009. Na Região Norte, o atendimento a distância passou de 77,7% para 87,3%. Dos municípios que ofereciam esse tipo de serviço, 88,7% utilizavam a internet. O atendimento por telefone exclusivo estava presente em 23,4% dos municípios em 2012, ante 14,1% em 2009. Apenas 11,2% das páginas de municípios eram acessíveis a pessoas com deficiência, proporção que sobe para 34,2% entre os municípios com mais de 500 mil habitantes.

Os planos de inclusão digital estavam presentes em 90,5% dos municípios brasileiros no ano passado,  sendo que 76,9% contavam com apoio do governo federal. Em 2006 o número era de 52,9%. Computadores foram instalados na rede pública de ensino em 76,8% dos municípios, 76,2% criaram telecentros e apenas 11,5% fizeram a conexão entre doadores de equipamentos e os prestadores de serviço de informática. No acesso sem fio à internet, 795 municípios ofereciam acesso wifi, sendo gratuito em 744 deles. Apenas 91 prefeituras oferecem a cobertura em todo o município.