Congresso deve apreciar vetos presidenciais

Antes de encerrar a sessão deliberativa desta quarta-feira (26), o presidente do Senado, Renan Calheiros, reiterou que o Congresso Nacional deverá realizar sessão conjunta para votação de vetos presidenciais.

Renan Calheiros disse que pretende se reunir com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, para definir a data e a hora da sessão de votação.

O presidente do Senado explicou que já foi declarada a prejudicialidade de 1.700 dos mais de 3 mil vetos presidenciais que aguardam votação. O critério de apreciação dos vetos restantes será definido em reunião com as lideranças partidárias, afirmou.

A votação dos vetos foi cobrada em Plenário pelo senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), que defendeu a sua apreciação imediata para que não haja acúmulo durante a votação do projeto Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014 (PLN 2/2013), em tramitação no Congresso Nacional.

Informações da Agência Senado