Centrais sindicais se reúnem amanhã para debater pauta trabalhista

Sindicalistas preparam reivindicações a serem levadas à presidente Dilma

Alheias à convocação de uma greve geral, que está sendo marcada pelo Facebook para o dia 1º de julho, as principais centrais sindicais brasileiras se reúnem nesta terça-feira para discutir a pauta trabalhista que será encaminhada à presidente Dilma Rousseff.  

Até o momento não existe nenhuma confirmação oficial de que essas centrais possam aderir à suposta paralisação, cujo perfil foi criado com o nome de Chamone Real. Como ocorreu em outras ocasiões, esses perfis podem ser falsos e levar as pessoas a acreditar em uma paralisação que sequer foi cogitada pelas centrais.

A foto que ilustra a página faz referência aos ativistas do grupo Anonymous, mas está evidente que as causas pelas quais os dois grupos dizem estar lutando ão são as mesmas.

Em vídeo divulgado na internet, na terça-feira (18), o Anonymous lista suas cinco bandeiras, que são diferentes das causas enumeradas pelos organizadores da greve geral. O texto, que pede à população que pinte o rosto e saia às ruas no próximo dia 1º, cita como motivações para o protesto o “fim da roubalheira”, “um salário mínimo decente”, “redução salarial dos cargos políticos”, entre outras causas.