Protestos em todo o Brasil terminam em confronto com a polícia

Salvador, Belo Horizonte e Bangu tiveram luta entre manifestantes e autoridades policiais

Minutos após a vitória do Brasil sobre a Itália na Arena Fonte Nova, por 4 a 2, em Salvador, a manifestação do Movimento Passe Livre que reunia cerca de duas mil pessoas de forma pacífica em frente ao Shopping Iguatemi foi violentamente reprimida pela Polícia Militar. Membros da Polícia Montada, Tropa de Choque e Companhia Independente de Policiamento Especializado na Caatinga (Cipe/Caatinga) cercaram a região, e muita gente acabou se escondendo dentro do centro comercial.

Na chegada ao local, os manifestantes fecharam duas pistas da Avenida Tancredo Neves e, para liberar o trânsito, os policiais militares atiraram bombas de gás lacrimogêneo. Os ataques se intensificaram com a reação de alguns membros do protesto, que atiraram objetos contra as tropas. No momento, um grupo tenta negociar uma pausa no uso das bombas de gás, já que a maioria é pacífica.

Na tentativa de manter o domínio da situação, a Tropa de Choque montou uma barreira fechando toda a pista que fica em frente ao shopping e impedindo a passagem de todos os veículos. Os ônibus que deveriam parar no ponto que fica no local foram desvuiados pela Rua do Cipreste e Rua da Alfazema, para então voltar à Avenida Tancredo Neves na altura da sede do Jornal A Tarde.

A área do confronto está localizada no centro de Salvador e é importante acesso ao hotel onde está hospedada a delegação italiana, bem como jornalistas e outros profissionais envolvidos na Copa das Confederações.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) informou que três homens foram presos no bairro dos Barris portando cinco coquetéis molotov e mochilas contendo bolas de gude, que seriam usadas para prejudicar a atuação da cavalaria. Todos estavam com os rostos cobertos e agora prestam depoimento na 7ª Delegacia, no Rio Vermelho.Em Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, a Polícia Militar informou que 30 pessoas foram detidas durante manifestações por melhoras em diversos pontos da vida brasileira em Bangu, zona oeste do Rio de Janeiro. As acusações são de vandalismo durante os protestos. Pelo menos 16 dos manifestantes eram menores.

Em Belo Horizonte, O clima de paz durante o protesto pelas ruas de Belo Horizonte (MG) neste sábado chegou ao fim no momento em que os manifestantes chegaram ao cordão de isolamento feito pela Polícia Militar (PM) nas proximidades do Estádio do Mineirão. Na tentativa de furar o bloqueio, participantes do ato jogaram pedras, bombas caseiras e outros objetos. A polícia começou a revidar depois de 15 minutos e lançou bombas de gás lacrimogêneo.

Em Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, a Polícia Militar informou que 30 pessoas foram detidas durante manifestações por melhoras em diversos pontos da vida brasileira em Bangu, zona oeste do Rio de Janeiro. As acusações são de vandalismo durante os protestos. Pelo menos 16 dos manifestantes eram menores.