PM monta esquema de segurança no Congresso e na Esplanada      

Brasília - Diante das manifestações desta semana em Brasília, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) preparou para hoje (21) um esquema de segurança em toda a Esplanada dos Ministérios e, especialmente no Congresso Nacional. Pelo menos 50 policiais passaram todo o dia de hoje nas dependências da Câmara e do Senado preparados para agir em qualquer eventualidade.

Durante todo o dia, policiais também estiveram em pontos estratégicos da Esplanada e em prédios públicos da região central de Brasília em esquema reforçado de segurança. O mesmo plano preventivo de segurança será mantido durante todo o fim de semana. Amanhã (22), quando estão previstas outras manifestações, o número de policiais que ficará em frente ao Congresso será pelo menos 500.

De acordo com a assessoria de imprensa da PMDF, o policiamento poderá receber reforço se o comando da operação entender que é necessário. “Além do pessoal da área, tem tropa de prontidão para qualquer eventualidade”, informou.

Para reforçar o efetivo que está agindo para conter os manifestantes, a PM está convocando policiais que não fazem parte do policiamento ostensivo normalmente. Segundo a assessoria da PMDF, até os assessores da área de comunicação estão convocados para colaborar na segurança da Esplanada amanhã.

Diante da imprevisibilidade das manifestações que têm ocorrido, os policiais têm isolado o prédio do Congresso sempre que algum agrupamento de pessoas se aproxima da região. No início da noite de hoje, os PMs formaram cordão de isolamento diante do espelho d’água do prédio do Parlamento para se preparar para um pequeno protesto de profissionais da saúde que são contrários ao Projeto de Lei do Ato Médico, aprovado esta semana. No entanto, não foi necessário agir e os manifestantes se dirigiram para a Praça dos Três Poderes, em frente ao Palácio do Planalto.