Manifestantes promovem ato contra projeto da 'cura gay' em SP

Manifestantes agendaram para a tarde desta sexta-feira, no centro de São Paulo, uma manifestação contra a aprovação do projeto de decreto legislativo que trata da "cura gay", na Comissão de Direitos Humanos (CDH) da Câmara dos Deputados, presidida pelo deputado federal Pastor Marco Feliciano (PSC-SP).

O ato está marcado para as 17h desta sexta-feira, na praça Roosevelt, no centro de São Paulo. De acordo com o evento que organiza a manifestação no Facebook, não haverá caminhada, e os presentes ao ato ficarão concentrados no local.

Até as 14h desta sexta-feira, cerca de 68 mil pessoas já haviam confirmado presença no protesto. Os organizadores pedem que os manifestantes levem cartazes e velas. 

Cura gay

A proposta, aprovada na terça-feira (18) na CDH, altera uma resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP) e suspende a vigência desse documento, que proíbe psicólogos de atuarem para mudar a orientação sexual de pacientes e considerar a homossexualidade como doença.

Há quase 30 anos a homossexualidade foi excluída da Classificação Internacional das Doenças. Em seu relatório, o relator da matéria na CDH, o deputado Anderson Ferreira (PR-PE), defendeu que a orientação do conselho impede que homossexuais "mudem" sua orientação com a ajuda de um profissional.