TRT de SP julga greve de ferroviários na tarde desta quinta

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) em São Paulo julgará a partir das 16h30 a greve dos ferroviários iniciada hoje (13). As linhas de trens 11 (Coral), 12 (Safira) e 9 (Esmeralda) estão totalmente paradas. A Linha 8-Diamante, que liga o município de Itapevi ao centro da capital, está com apenas uma estação fechada, a Júlio Prestes.

Ontem (12), a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) rejeitou, em audiência de conciliação, a proposta apresentada pelo TRT que previa, entre outros pontos, reajuste salarial de 8,56% para os funcionários. O tribunal chegou a apelar para que os trabalhadores evitassem a paralisação antes da decisão final da Justiça sobre o impasse, porém a greve foi deflagrada.

Diariamente, 1 milhão de pessoas utilizam as linhas que estão paralisadas. Foi acionado o Plano de Apoio entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência (Paese), que disponibiliza ônibus para atender os passageiros que usam os trens na capital paulista.

Uma assembleia organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviários da Zona Sorocabana, responsável pelas linhas 8 e 9, e pelo Sindicato da Zona Central do Brasil, que responde pelas linhas 11 e 12, está marcada para esta tarde, na Estação da Luz.