Dilma sanciona leis para criação de quatro novas universidades federais

A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta quarta-feira, no Palácio do Planalto, as leis que criam quatro novas universidades federais: do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), do Oeste da Bahia (Ufob), do Sul da Bahia (Ufesba) e do Cariri (UFCA), no Ceará. Segundo Dilma, em 12 anos o Brasil mais que dobrou o número de cidades atendidas por instituições federais.

"Em 2002 tínhamos 114 municípios com universidades. Hoje temos pelo menos um campus em 275 municípios brasileiros. Isso é um grande avanço, mas não significa que devemos parar por aqui, a internacionalização vai continuar", disse a presidente. Juntas, as novas universidades vão atender mais de 38 mil alunos em 145 cursos de graduação.

A presidente ainda afirmou a importância da interiorização das universidades como forma de garantir o desenvolvimento regional. "Considero que cada vez mais brasileiros, em mais municípios e regiões, estão tendo acesso à educação", afirmou. O objetivo das novas universidades é levar o ensino superior a cinco municípios do Pará, oito da Bahia e três do Ceará.

A criação das universidades integra o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Brasileiras (Reuni). Segundo Dilma, o grande desafio neste momento é garantir que essa ampliação venha acompanhada da garantia da qualidade do ensino superior.