Deputados de SP aprovam criação de 'ficha suja' para motoristas bêbados

A Assembleia Legislativa de São Paulo (AL-SP) aprovou na terça-feira um projeto de lei que cria a "ficha suja" para motoristas que forem pegos dirigindo embriagados. A proposta prevê que os nomes de pessoas autuadas por dirigir embriagadas serão publicados no Diário Oficial do Estado. A ideia foi aprovada por unanimidade entre os deputados, mas precisa ser sancionada pelo governador Geraldo Alckmin.

O autor do projeto, deputado Cauê Macris (PSDB), disse que o objetivo do projeto é combater o uso de bebida alcoólica aliado à direção. "Como todo mundo poderá acompanhar esta lista pelo Diário Oficial, o infrator pode ter efeitos negativos práticos em seu cotidiano - como, por exemplo, encontrar dificuldades para renovar o seguro do automóvel ou ter seu perfil consultado em casos de entrevistas de emprego. Qualquer pessoa vai poder fazer esta consulta", afirmou.

O Diário Oficial do Estado já publica o número da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de motoristas que tiveram as habilitações suspensas ou canceladas. "Entendemos que a sociedade tem o direito de saber quem são aqueles que dirigem embriagados e colocam em risco a vida das pessoas", disse o deputado. "É mais uma medida, além de todas as outras legais que já são tomadas, para fazer o cidadão pensar duas vezes antes de beber", afirmou Macris.