Indígenas ocupam sede do PT em Curitiba em protesto por suspensão de demarcações

A suspensão foi determinada pela ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, até que os processos sejam submetidos a pareceres da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e dos ministérios da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário.

Em nota, o diretório do PT informou que está negociando com o Ministério da Justiça e a Casa Civil uma reunião com lideranças caingangue para que os indígenas apresentem suas reivindicações ao governo federal. Devido à ocupação, as atividades da sede estadual do PT foram interrompidas durante o dia, mas serão retomadas amanhã (4), segundo o partido.