Dilma e Eduardo Campos inauguram trecho de sistema adutor em Pernambuco  

Brasília - A presidenta Dilma Rousseff inaugura hoje (25), junto com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), a primeira etapa do Sistema Adutor Pajeú, no município de Serra Talhada. O trecho que será entregue tem 118 quilômetros (km) de extensão e custou R$ 198 milhões. O projeto prevê, ao todo, 598 km, com investimentos de R$ 547 milhões, captando água do rio São Francisco para atender cerca de 400 mil pessoas de 21 municípios de Pernambuco e oito da Paraíba.

A cerimônia de entrega do trecho que vai de Floresta a Serra Talhada está marcada para as 10h45. Segundo a Presidência da República, durante o evento será assinada ordem de serviço da Barragem Ingazeira e anunciada a obra do Ramal Eletromontes. Também serão entregues 22 máquinas retroescavadeiras, ao custo de R$ 3,3 milhões, para a reestruturação de estradas vicinais, além de ônibus escolares para municípios do sertão pernambucano.

De acordo com o Ministério da Integração Nacional, a Barragem Ingazeira vai levar água para consumo, irrigação, turismo e piscicultura para as famílias dos municípios de Ingazeira, São José do Egito, Tabira e Tuparetama, beneficiando mais de 36 mil moradores da região. As obras têm investimento previsto de R$ 42 milhões e se iniciarão a partir da assinatura da ordem de serviço. O ministério acredita que o empreendimento ampliará em mais de 500 hectares o potencial de irrigação daquela área, o que poderia levar à geração de aproximadamente 1 mil empregos diretos e 3 mil indiretos.

Dilma alterou o roteiro da viagem a Pernambuco para participar de missa, em Petrópolis, em homenagem às vítimas das chuvas que atingiram a região serrana do Rio de Janeiro nos últimos dias. Ela iria ao Recife, mas, com a mudança de planos, participará apenas da cerimônia de inauguração de trecho do Sistema Adutor Pajeú. Além da missa, que será celebrada às 17h na Catedral de Petrópolis, Dilma vai sobrevoar de helicóptero as áreas atingidas, ao lado do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho. Em seguida, a presidenta seguirá para a África do Sul, onde participará da Cúpula dos Brics (grupo de reúne Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul) até quarta-feira (27).