Brasil exporta US$ 4,155 bilhões na terceira semana de março

A terceira semana de março (11 a 17), com cinco dias úteis, tiveram exportações de US$ 4,155 bilhões, com média diária de US$ 831 milhões, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Este resultado está 13% abaixo da média de US$ 955,7 milhões, acumulada até a segunda semana do mês. 

Neste comparativo, houve quedas nas vendas de produtos básicos (-18,7%), por conta, principalmente, de petróleo em bruto, soja em grão, carne bovina, suína e de frango; de semimanufaturados (-16%), motivado pelo declínio nos embarques de celulose, ferro-ligas, couros e peles, e ferro fundido; e de manufaturados (-2,4%), com recuo nas exportações de óleos combustíveis, partes de motores para veículos, motores e geradores, polímeros plásticos, e hidrocarbonetos. 

As importações semanais foram de US$ 4,603 bilhões, com desempenho médio diário de US$ 920,6 milhões. Houve crescimento de 0,5% sobre em relação à média verificada até a segunda semana de março deste ano (US$ 916,3 milhões), explicada, principalmente, pelo aumento nos gastos com combustíveis e lubrificantes, químicos orgânicos e inorgânicos, e siderúrgicos. 

Com esses resultados, a balança comercial semanal registrou déficit de US$ 448 milhões, com média diária negativa de US$ 89,6 milhões, e corrente de comércio de US$ 8,758 bilhões (média de US$ 1,751 bilhão).