Justiça confirma depoimento de primo do ex-goleiro Bruno

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais informou que Jorge Luiz Rosa, primo do ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes, irá prestar depoimento durante o júri popular do atleta e da ex-mulher dele Dayanne do Carmo, que começa na próxima segunda-feira, dia 4 de março, no Fórum de Contagem (MG). Os dois são acusados do sequestro e cárcere de Eliza Samudio e do filho dela, sendo que Bruno responde também por assassinato da ex-modelo. 

Jorge Luiz Rosa foi arrolado tanto pelos advogados de defesa dos réus quanto pelo promotor de Justiça Henry Wagner Vasconcelos Castro, responsável pela acusação. O pedido de ambas as partes já foi acatado pela juíza Marixa Fabiane Rodrigues Lopes. O advogado Eliézer Jonatas de Almeida, que representava até esta segunda-feira o primo do goleiro, disse mais cedo ao Terra que não havia recebido qualquer intimação da Justiça, mas que se isso acontecesse, Rosa deveria ir e contar o que sabe.

No último domingo o programa Fantástico, da Rede Globo, exibiu uma entrevista com o rapaz, na qual ele deu detalhes do envolvimento dele, de Bruno e de Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, no sumiço de Eliza. A entrevista fez com que Almeida deixasse a defesa do jovem. 

"Ele não foi homem suficiente para dar uma entrevista dessa em rede nacional? De cara limpa? Agora que ele enfrente", afirmou o advogado, explicando também que, como não está sob a custódia do Estado, Jorge Luiz Rosa deverá ir até o Fórum de Contagem sozinho.