Chuvas fortes já provocaram 25 mortes desde dezembro em SP

A morte de uma menina de 11 anos, arrastada por uma enxurrada que levou também a casa onde ela morava, no bairro de Boiçucanga, em São Sebastião, litoral Norte, e a de uma mulher de 43 anos, vítima da queda de uma barreira na Rodovia dos Imigrantes, elevaram para 25 o total de mortes ocasionadas pelas fortes chuvas que, desde o início de dezembro, tem provocado estragos em todo o estado de São Paulo.

Segundo a Defesa Civil estadual, a maioria das mortes ocorreu por causa de enchentes (12), seguida por incidência de raios (7). A região da Serra do Mar, no Litoral Norte, lidera os casos, com 5 mortes.

O número de desabrigados aumentou de 395, no último dia 15, para 861 – registrados no levantamento fechado pela Defesa Civil do estado até as 6h30 de hoje. A região da Baixada Santista registra o maior número de desabrigados (526) - 330 somente durante o temporal da última sexta-feira (22), na cidade de Cubatão.

Em comparação ao verão anterior, o número de cidades que registraram danos devido às fortes chuvas passou de 58 para 146. A quantidade de desalojados também aumentou: 4.499 pessoas tiveram de deixar as suas casas este ano. No verão de 2012, foram contabilizadas 1.638.