Médico esquece faca com lâmina de 11 cm alojada dentro de paciente em MG

Esfaqueado no final de novembro em uma tentativa de assalto, o pedreiro Claudinei Geraldo da Silva, de 25 anos, descobriu neste mês que a faca utilizada no crime segue alojada em seu peito. Ele conta que na ocasião foi atendido em uma unidade do Pronto Atendimento Municipal (PAM), mas o médico não solicitou nenhum exame e apenas fechou o ferimento com pontos, sem perceber o objeto. As informações são da Globo News.

Com dores, Claudinei deixou de trabalhar como pedreiro e alega ter retornado diversas vezes ao PAM, mas sempre ouvia que o procedimento era normal. 

Apenas após mais de dois meses, em uma ultrassonografia marcada em outra cidade, ele constatou que possui uma faca com 11 centímetros de lâmina no peito. Ele diz que sente o objeto se mover quando anda e teme que isso possa levá-lo à morte. A Secretaria Municipal de Saúde de Araxá (MG) investiga o caso, mas uma cirurgia para a retirada do objeto ainda não tem data definida.