Presidente do PT crê em reeleição de Dilma: 'não há pedras no caminho'

O presidente do PT, Rui Falcão, afirmou nesta terça-feira que está convencido da reeleição de Dilma Rousseff à Presidência da República em 2014. Ele preferiu se esquivar de comentários sobre um aumento da força política de Eduardo Campos (PSB), que é potencial presidenciável da base aliada, o que poderia dividir votos de Dilma.

Na avaliação do presidente petista, o amplo índice de aprovação de Dilma atesta a falta de obstáculos do governo."O governo não tem pedras no caminho. O governo tem um amplo apoio na sociedade. Isso é atestado pelo amplo apoio à presidenta Dilma, com grande aceitação que ela tem e, eventualmente, a oposição que existe faz parte da democracia e ela faz o papel dela", afirmou Rui Falcão."Estou convencido disso (da reeleição de Dilma), embora não há vitória eleitoral antecipada nem derrota eleitoral antecipada. Pelo que ela vem fazendo, pela base aliada que vamos contar na eleição, pela aceitação dela, pela força do PT, nós temos a convicção de que ela tem tudo para ser reeleita", acrescentou o presidente do partido.

Segundo interlocutores do Palácio do Planalto, o ano de 2013 é considerado decisivo para a reeleição de Dilma. Hoje, ao prometer a erradicação da miséria entre os cadastrados nos programas sociais do governo, a presidente contou com um slogan desenvolvido pelo marketeiro João Santana: "O fim da miséria é só um começo". Santana foi o responsável pela campanha vitoriosa de Dilma em 2010.