BA: Yoani Sánchez diz que lhe falta cinismo para a política

 A blogueira cubana Yoani Sánchez afirmou em entrevista nesta terça-feira que o protesto que impediu a exibição de um documentário, do qual ela participou e assistiria, na noite passada, em Feira de Santana (BA), não a surpreendeu. Uma das mais conhecidas críticas do regime castrista, Yoani também garantiu, respondendo a jornalistas, que não tem aptidão para a carreira política: “Não tenho interesse em política, me falta cinismo”, disse.

Sobre o protesto que inviabilizou a exibição de Conexão Cuba Honduras , que ela assistiria ao lado do senador Eduardo Suplicy, Yoani afirmou: “Não me surpreendeu a manifestação, achei bastante importante participar desse momento e estou acostumada com isso, já fui ameaçada por sites do governo cubano e estava ciente de que receberia uma resposta contra minha iniciativa de escrever o blog e sair do país. Meu governo age de forma dura e suja  contra adversários”.

Yoani concedeu a entrevista coletiva na Câmara de Dirigentes Logistas de Feira de Santana. Ela ressaltou que seu blog, o Geração Y, nunca recebeu nenhum tipo de verba e que ela também nunca foi financiada pelos Estados Unidos. “Dizem que sou financiada pelo EUA porque critico e mostro a verdade sobre Cuba, nunca fui financiada por ninguém”, declarou.

A ativista falou também sobre como é viver em Cuba, sobre a sua vontade de criar um meio de comunicação livre e sobre um dossiê que teria sido distribuído por diplomatas cubanos a fim de prejudicá-la. "No debate de ontem ficou claro que eles só queriam me ofender e não queriam um diálogo pacífico. Eu trouxe ideias e eles só trouxeram palavras de ódio", afirmou.

As atividades de visitação ao centro de Feira de Santana e a tarde de autógrafos do livro De Cuba Com Carinho também foram canceladas. De acordo com a assessoria, a decisão foi por falta de tempo, mas ficou visível a grande preocupação com a integridade da blogueira que chegou à coletiva com escolta armada da polícia.

Ainda nesta terça-feira, às 19h, a ativista participará de um ciclo de debate em um centro cultural de Feira de Santana. Manifestantes prometem também marcar presença no evento.