Corpo do ex-ministro Fernando Lyra começa a ser velado ao meio-dia 

O corpo do ex-ministro da Justiça Fernando Lyra será velado a partir do meio-dia na Assembleia Legislativa  de Pernambuco. O sepultamento está marcado para as 17h no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife.

Fernando Lyra morreu no fim da tarde desta quinta-feira por falência de múltiplos órgãos no Instituto do Coração (Incor), em São Paulo, depois de 47 dias internado. 

O ex-ministro foi internado no dia 29 de dezembro de 2012, no Real Hospital Português, no Recife, com infecção urinária e problemas cardíacos. Ele foi transferido no dia 5 de janeiro para o Incor, em São Paulo. Fernando Lyra havia saído da UTI do Incor no dia 9 de janeiro, após a infecção urinária ser tratada, mas voltou em menos de 48 horas para a unidade de cuidados intensivos. 

Lyra foi deputado federal por vários mandatos e um dos articuladores da campanha presidencial de Tancredo Neves, em 1984. Em seguida, assumiu o comando do Ministério da Justiça no governo de José Sarney, que ficou no lugar de Tancredo, impossibilitado de tomar posse. 

Além do PMDB, ele também fez parte do PDT - onde se elegeu deputado federal novamente e foi candidato a vice-presidente na chapa de Leonel Brizola, em 1989 - e PSB.