Três pessoas morrem após exame de ressonância em Campinas

Três pessoas morreram no Hospital Vera Cruz, em Campinas, interior de São Paulo, na tarde da última segunda-feira, após fazerem um exame de ressonância magnética. A direção do hospital afirmou que aguarda o laudo do Instituto Médico Legal (IML) e da Vigilância de Saúde para saber a causa das mortes, que podem ter sido causadas por substâncias químicas presentes no contraste.

Segundo a direção do local, dois dos pacientes sentiram-se mal logo após o exame, já o terceiro chegou a ir para casa, mas retornou ao hospital sentindo dores. As três vítimas morreram de parada cardiorrespiratória.

Após confirmar os óbitos, a direção do hospital suspendeu as atividades no setor de ressonância magnética até que saia o laudo do IML e acionou a polícia. O caso está no 1º DP de Campinas.

Em nota, o Hospital Vera Cruz lamentou as mortes e disse que está contribuindo nas investigações.

“Teremos que aguardar o laudo do IML e Vigilância Sanitária de Campinas, que já foram acionados. Outrossim, lamentamos o ocorrido e estamos colaborando integralmente com os órgãos competentes”, afirmou.