Médica do Exército é a segunda carioca a morrer em incêndio na boate Kiss

O incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, na madrugada de domingo, deixou dois cariocas mortos. A capitã Daniele Dias de Mattos, médica cardiologista do Hospital Central do Exército (HCE), em Benfica, foi uma das vítimas fatais da tragédia.

Segundo a rádio CBN, ela estava de férias na cidade gaúcha com o noivo, Herbert Magalhães Charão, que também morreu no incêndio. O corpo da médica deve chegar ainda hoje ao Rio.

Além dela, o fogo também matou o carioca Leonardo Machado de Lacerda. Ele era tenente do Exército e tinha sido transferido para Santa Maria há 15 dias. Leonardo tentou salvar algumas vítimas, mas acabou morrendo na tragédia.