Ator é encontrado morto a facadas em apartamento em João Pessoa

O ator Ismar Eugênio Pompeu, 42 anos, foi encontrado morto em seu apartamento em João Pessoa com facadas no pescoço e no tórax, de acordo com o titular da Delegacia de Homicídios de João Pessoa, Everaldo Medeiros. O corpo foi descoberto pelo companheiro de trabalho Diocélio Barbosa, no domingo. Após tentar diversos contatos com Pompeu, Barbosa decidiu visitar o amigo.

Segundo o delegado, a polícia ainda não tem suspeitas sobre a autoria do crime. No domingo, foram ouvidos familiares e amigos do ator para levantar informações sobre possíveis problemas que ele estivesse passando e se estava sofrendo ameaças, disse o delegado. Nesta segunda-feira, a polícia deve interrogar moradores do prédio e funcionários. 

"O corpo está na perícia, estamos esperando o resultado para ver  se encontramos alguma pista. No prédio não havia câmera, mas já pedimos as gravações de câmeras na região do apartamento, no bairro Pedro Gondim", disse Medeiros. De acordo com a polícia, além do assassinado, objetos foram roubados do apartamento.