Dilma recebe credenciais de 16 embaixadores estrangeiros

A presidente Dilma Rousseff recebeu hoje (23) credenciais de 16 embaixadores e embaixadoras estrangeiros que representarão seus países no Brasil, em cerimônia no Palácio Itamaraty. A solenidade durou cerca de uma hora e meia. Ela conversou com cada um. Vários diplomatas estrangeiros, inclusive o embaixador do Cazaquistão, Bakytzhan Ordabayev, comunicaram-se com a presidente em português.

No encontro com a embaixadora do México, Beatriz Elena Paredes Rangel, Dilma não escondeu a alegria de reencontrá-la. “Beatriz, que bom vê-la”, disse a presidente dirigindo-se à embaixadora, que usava um vestido típico mexicano chamado de huipiles, nas cores branco e amarelo. A diplomata costuma homenagear as tradições de seu país vestindo os trajes típicos – que variam de cor e detalhes – regionais do México.

Em setembro, logo após ser eleito, o presidente do México, Enrique Peña Nieto, veio a Brasília e se reuniu com Dilma. Na conversa, ele disse que sua disposição é intensificar a  cooperação entre mexicanos e brasileiros. Segundo ele, sua meta é trabalhar pelo desenvolvimento da América Latina.

A presidente tem ao longo desta semana dois eventos internacionais. Amanhã (24), Dilma participa da 6ª Cúpula Brasil-União Europeia (UE) cujos temas principais são: crise financeira internacional, os debates no G20 (grupo das 20 maiores economias no mundo) e segurança internacional no Oriente Médio e na África – que enfrentam crises específicas, como no Mali (África) e na Síria (Ásia).

No fim de semana, a presidente segue para Santiago, capital do Chile. Ela participa da Cúpula dos Estados Latino-Americanos e Caribe e União Europeia.