RS: médico de 60 anos é preso por apalpar os seios de pacientes

Um médico de 60 anos foi preso na manhã desta segunda-feira, no centro de Porto Alegre (RS), suspeito de abusar sexualmente de pelo menos três pacientes do sexo feminino. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito apalpava os seios das vítimas e fazia perguntas íntimas às jovens, sem qualquer relação com seu quadro de saúde.

A prisão preventiva do médico havia sido decretada pela Comarca de Palmares do Sul. O delegado Alexandre Luiz Fleck afirma que o suspeito se aproveitava de situações comuns da relação entre médico e paciente para obter vantagens sexuais durante atendimentos em postos de saúde. 

Segundo o delegado, o médico simulava a necessidade de examinar os seios de pacientes para apalpá-los, o que configura o crime de violação sexual mediante fraude, com pena prevista de até seis anos de prisão.

O primeiro caso registrado é de uma adolescente de 16 anos, atendida pelo médico em um posto de saúde de Esteio, na Grande Porto Alegre, no dias 10 dezembro de 2012. A vítima, que aguardava atendimento por conta de uma dor de garganta, teve seus seios examinados indevidamente. No dia 27 do mesmo mês, uma jovem de 21 anos, que se queixava de dor de cabeça, também foi abusada. 

Já no dia 2 de janeiro deste ano, no posto de saúde de Balneário Quintão, no litoral, a vítima foi uma adolescente de 15 anos, também com dor de garganta.

Durante as diligências desta segunda-feira, foram apreendidos um revólver 38 e 25 cartuchos do mesmo calibre, sendo o médico preso em flagrante. O médico será transferido à Penitenciária Modulada Estadual de Osório.