SP: parentes usam redes sociais para tentar localizar contador

Familiares do contador Augusto Aguiar, 31 anos, desaparecido desde a manhã de sábado, em Peruíbe, no litoral de São Paulo, estão usando as redes sociais para tentar descobrir seu paradeiro. Augusto passava o final de semana na cidade do litoral sul paulista, quando saiu para surfar e não voltou mais.

"Este rapaz está desaparecido desde dia 12/01/2013, às 7h da manhã. O nome dele é Augusto Aguiar. Saiu para surfar em Peruíbe e não voltou", diz a mensagem publicada na comunidade do Facebook. "Ajudem-nos a encontrar o Augusto".

A mensagem tem os números de contato caso haja informações sobre o desaparecimento de Aguiar. Até a manhã de hoje, cerca de 1,8 mil pessoas já participavam da página.

A prancha do rapaz foi encontrada por duas crianças, por volta do meio-dia, na areia, segundo relato de Licínio Coelho, primo da esposa do contador. O lash, corda que prende a prancha ao pé do surfista, estava intacto, assim como a prancha, por isso a família acredita que Aguiar possa ter sido sequestrado.

De acordo com Coelho, o Corpo de Bombeiros reiniciou as buscas em terra e mar na manhã desta segunda-feira, mas até 11h, não havia nenhuma novidade. Trabalhando com a hipótese de desaparecimento por terra ou sequestro, viaturas da Polícia Militar continuam fazendo rondas pela cidade.

"Nós estamos divulgando nas redes sociais, entre amigos e conhecidos, os nossos telefones. Mas até agora não recebemos nenhuma notícia sobre o Augusto", disse Licínio. A família também já percorreu os hospitais e necrotérios de Peruíbe e de cidades vizinhas, sem obter novidades.

A polícia tenta conseguir imagens de câmeras de segurança da região que possam ter registrado o que aconteceu com o contador após a sua chegada à praia.