Morre aos 84 anos ministro aposentado do STJ José Dantas

Morreu na manhã deste sábado, em Brasília (DF), o ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça (STJ) José Fernandes Dantas. O corpo de Dantas, que tinha 84 anos, será velado até as 23h de hoje no salão de recepções do STF. Após, o corpo será cremado em cerimônia reservada a familiares.

José Dantas nasceu em Pau dos Ferros, no Rio Grande do Norte, e iniciou sua carreira como promotor de justiça do Estado. Antes de ser nomeado ministro do STJ, passou pelo Ministério Público do Distrito Federal e Ministério Público Federal. O ministro se aposentou em 1998, depois de 22 anos dedicados ao tribunal. Ele era conhecido como um exemplo de imparcialidade nas suas decisões.

Ainda que apenas em 1976 assumisse a função de magistrado, sua contribuição para a Justiça brasileira começou em 1955, quando tomou posse como promotor efetivo, em sua terra natal. Quando se aposentou, indagado sobre a carreira que escolheu, o ministro não vacilou: "Faria exatamente o que fiz".

Entre os inúmeros julgamentos importantes de que participou está o processo contra o ex-presidente Fernando Collor, que ficou empatado no Supremo Tribunal Federal (STF). Junto com os ministros Torreão Braz e William Patterson, o ministro José Dantas confirmou a cassação dos direitos políticos de Collor.

O ministro deixa a mulher, Cleomar Cavalcanti Dantas, e quatro filhos: José Filho, Gustavo, Vera Cecília e Fábio Henrique.