Vandalismo pode ter provocado pane na Linha 9, diz CPTM

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) acredita que a pane na rede elétrica da Linha 9-Esmeralda, nesta sexta-feira, tenha sido provocada por um ato de vandalismo. Segundo a empresa, por volta das 4h20 de hoje, o primeiro trem que no sentido Grajau “enroscou o pantógrafo na rede aérea de energia próximo à estação Morumbi”. Após o acidente, o trem ficou parado na via, bloqueando a passagem das demais composições.

Técnicos da manutenção da empresa identificaram pedaços de madeira amarrados com um fio, próximo ao local do acidente, sugerindo um ato de vandalismo. Ainda de acordo coma CPTM, toda a estrutura da linha aérea e os trens que circulam na via são novos. Por conta da suspeita, a empresa vai registrar um boletim de ocorrência denunciando o ocorrido.

A composição que provocou o problema ficou na via e foi removida por volta das 9h. Para não paralisar o transporte, a companhia implantou o tráfego de trens em via única entre as estações Berrini e Santo Amaro, o que provocou o acúmulo de passageiros nas estações durante a manhã.