ACM Neto diz que gestão anterior deixou R$ 305 milhões "a pagar

O novo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), disse nesta quarta-feira que a gestão anterior deixou restos a pagar de R$ 305 milhões e que, por isso, será necessário contingenciar os gastos previstos para o ano. “O orçamento de 2013 não é real. O texto avalia para cima as receitas e para baixo as despesas”, disse o prefeito.

ACM Neto afirma que a Secretaria Municipal da Fazenda fará um levantamento de todas as dívidas e que será realizada uma auditoria em todos os serviços contratados que originaram os restos a pagar. O prefeito disse que o valor do contingenciamento será anunciado na próxima semana.

Um dia após assumir a administração municipal, ACM Neto anunciou 39 decretos. Um destes estipula prazo de 30 dias para a Fazenda avaliar a situação financeira do município e apresentar uma proposta para pagar os compromissos financeiros.