Virada do ano em Brasília reuniu 50 mil pessoas

Assistiram à virada do ano em Brasília cerca de 50 mil pessoas: houve apresentação de artistas e queima de fogos de artifício na Esplanada dos Ministérios. De acordo com o governo do Distrito Federal, foram queimadas dez toneladas de fogos a partir da meia-noite, em um espetáculo que durou cerca de 20 minutos. A estimativa de público foi feita pela Polícia Militar.

As comemorações do Ano-Novo foram abertas por volta de 19h30 pela cantora Ellen Oléria, natural de Ceilândia, no Distrito Federal. Vencedora da competição televisiva The Voice Brasil, Ellen também foi atração da virada carioca na Praia de Copacabana e por isso se apresentou cedo em Brasília. A cantora mineira Paula Fernandes, a banda de origem brasiliense Plebe Rude e a dupla sertaneja Fernando e Sorocaba também se apresentaram. Nos intervalos entre os shows, o DJ brasiliense Cacai Nunes prestou homenagem aos 100 anos de Luiz Gonzaga e tocou clássicos do Rei do Baião. A contagem regressiva para a virada do ano foi feita ao som da bateria de escolas de samba do Distrito Federal.

Além da Esplanada dos Ministérios, o réveillon foi comemorado na Prainha, às margens do Lago Paranoá, no Lago Sul, bairro da capital federal. De acordo com estimativas do governo do DF, cerca de 5 mil pessoas festejaram no local. A comemoração contou com um cortejo de 300 baianas que chegaram em carro aberto do Corpo de Bombeiros e fizeram oferendas aos orixás. A programação musical teve apresentação de Os Crioulos, OyaBagan, Xaxará de Prata, Asé Dudu, Obará, Pé de Cerrado e Requebrarte.  A celebração se estendeu até meia-noite, quando o público ofertou presentes a Iemanjá e Ogum em balaios lançados ao lago.