Novo prefeito de Florianópolis diz que vai "acabar com moleza"

O novo prefeito de Florianópolis, César Souza Júnior (PSD) foi empossado no início da noite desta terça-feira e prometeu “acabar com a moleza” na administração pública municipal. O novo chefe da administração municipal começou os primeiros minutos do mandato com medidas polêmicas. Pouco antes de sua posse, ele anunciou que pretende rever as licenças ambientais e alvarás de construção emitidos nos últimos 60 dias e suspendeu emissão de novas autorizações pelos próximos três meses. As medidas já foram assinadas e devem ser publicadas nesta quarta-feira.

A solenidade que marcou a posse de César e da 17ª legislatura da Câmara local foi realizada em um teatro da região central da cidade. O novo prefeito fez um rápido discurso e prometeu fazer uma administração marcada pela inovação. “Temos que aproveitar as oportunidades do setor”, afirmou. “Na nossa administração a moleza não terá vez”.

Eleito com 117 mil votos, César Júnior afirmou que pretende convocar a nova Câmara já em janeiro para votação de projetos visando a contenção de gastos. 15 decretos já estão prontos e serão assinados já nesta terça visando uma readequação de uso de dinheiro público, segundo ele. “Estamos já fazendo uma reorganização administrativa”, disse. “Estou publicando hoje pelo menos 15 decretos para que possamos analisar e ver a real situação dos cofres municipais”.

A solenidade realizada pelo Poder Legislativo foi muito concorrida. Após uma turbulenta relação entre César Souza e a administração do PMDB durante a transição, nem mesmo o agora ex-prefeito Dário Berger compareceu à solenidade. O ato de transmissão de cargo será realizado, sem maiores cerimônias, na sede da prefeitura, ainda na noite deste terça.

Suspensão de licenças

A revisão de licenças anunciada pelo novo prefeito engloba também um mega empreendimento a ser construído na ponta do Coral, localizada na avenida Beira-Mar Norte. A licença para marina, shoppings e um hotel de 22 andares foi concedida pela administração anterior no último dia 21 de dezembro. “Vamos rever e analisar tudo isso sim. As últimas licenças vão passar por auditoria”, afirmou ele, lembrando que durante sua campanha questionou a construção da obra. “Vamos analisar com todos os critérios”.

Entre o pacote de 15 decretos assinados e que deverão ser publicados já nesta quarta-feira, César Souza suspendeu as férias de servidores ocupantes de cargos de chefia, criou um comitê gestor, reduziu o custeio a 15% e determinou transmissões online das licitações públicas. 

O primeiro projeto a ser enviado à Câmara Municipal, segundo ele, será a da criação de uma Lei da Ficha Limpa municipal. Júnior foi autor de matéria em nível estadual, quando exerceu o mandato de deputado. “Na nossa gestão, ocupantes de cargos terão que ter a ficha limpa”, afirmou.

Nesta quarta-feira, como primeiro ato, o novo prefeito já tem a agenda comprometida. Ele vai acompanhar o trabalho de servidores da Companhia de Melhoramentos da Capital (Comcap), responsáveis pela limpeza urbana em Florianópolis. “Irei visitar os garis e as margaridas às seis horas da manhã”, disse. “Eles mantém nossa cidade limpa e quero como primeiro ato agradecê-los e prestigiá-los”.