SP: ladrão debocha de vítima e diz que vai furtar casa novamente

Depois de ficar menos de dois dias preso, Willian Caetano Pereira, 25 anos, voltou à casa onde havia praticado um furto no Jardim Itajubi, em Ourinhos, distante 384 km da capital, para debochar da vítima. Segundo a polícia, o suspeito passou em frente à residência no início da noite de segunda-feira e disse "é nós de novo", fazendo gestos de que iria cometer um novo furto.

Com a provocação e vendo que o suspeito carregava uma sacola com vários objetos, o morador, que não teve a identidade revelada, foi para cima dele e o segurou, até que a polícia fosse chamada. Para se desvencilhar, Willian mordeu o braço do homem. Outras pessoas que presenciaram a cena ajudaram a contê-lo, inclusive o pai da vítima, que também foi mordido por William em um dos dedos da mão.

Assim que os policiais militares chegaram ao local, o suspeito tentou fugir, mas foi preso e encaminhado à delegacia da cidade. Na sacola carregada pelo ladrão havia joias, bijuterias, dois notebooks, um aparelho de barbear, perfumes, canetas, relógios, chinelos e uma carteira. Os militares descobriram que os objetos haviam sido furtados de uma casa na Vila Mercadante e que ele tentaria trocar os produtos por entorpecentes.

A vítima do furto esteve no plantão da Polícia Civil e reconheceu os objetos. Com isso, o delegado Valdir Alves de Oliveira ratificou a prisão de Willian e ele foi encaminhado à cadeia de Espírito Santo do Turvo.