RS: funcionários da Carris encerram greve e ônibus voltam às ruas

Os funcionários da empresa de transporte público Carris decidiram, em assembleia nesta segunda-feira, encerrar a greve que acontecia desde a última sexta-feira em Porto Alegre (RS). Segundo o secretário-geral do Sindicato dos Rodoviários, Jarbas Franco, os ônibus da empresa já estão voltando para as ruas. A previsão é de que até o final da tarde todas as linhas estejam operando normalmente.

Na sexta-feira, motoristas e cobradores da Carris iniciaram uma paralisação que afetou cerca de 90% de sua frota total. A decisão pela greve foi motivada, segundo Jarbas Franco, por não ter sido pago um bônus de R$ 1 mil por cumprimento de metas, como havia sido acertado com a prefeitura.

Na assembleia de hoje, os funcionários aceitaram a proposta da empresa sobre o pagamento do prêmio por participação nos resultados. Assim, os trabalhadores receberão R$ 700 na próxima quarta-feira e os R$ 300 restantes em 11 de janeiro de 2013. "Dos R$ 700, R$ 400 são do fracional coletivo e R$ 300 o adiantamento do fracional individual. Em janeiro, será depositado R$ 300 para quem alcançar todas as metas. Para quem não alcançar, será descontado a partir de março de 2013 em cinco vezes", explicou Jarbas.

Segundo o secretário-geral do Sindicato dos Rodoviários, também ficou acertado que não haverá represálias à greve e que os dias de paralisação - exceto os sábados - serão abonados.

Durante a greve, a Justiça determinou que, pelo menos 70% da frota da Carris seguisse funcionando nos horários de pico (entre 5h30 e 8h30 e 17h e 20h). No entanto, uma medição feita pela própria empresa apontou que às 8h desta segunda-feira apenas 30% dos coletivos estavam na rua. Às 9h30, o número de ônibus circulando (54%) atendia a determinação judicial. Com a paralisação, a empresa chegou a iniciar um processo de contratação emergencial de funcionários temporários.