Alckmin diz apoiar veto de presidenta com relação a royalties do petróleo

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse hoje (3) no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista, que o governo estadual apoia o veto da presidenta Dilma Rousseff ao artigo do projeto de lei que propunha mudança na distribuição dos royalties do petróleo. Segundo ele, aquilo que está contratado deve seguir a regra do momento em que o contrato foi feito.

“As novas descobertas, avanços e poços de petróleo e gás entram na regra nova. Defendemos o veto e acho que foi correto. Mantém-se a regra antiga para os contratos assinados e se estabelece uma nova regra para o futuro”, falou depois de anunciar parceria entre a Fundação para o Remédio Popular (Furp), laboratório do governo do estado de São Paulo, e a Novartis para a produção de imuno-supressores. A partir de 2014 dois medicamentos utilizados por pacientes que tenham feito transplantes passarão a ser produzidos pela Furp para distribuição gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS).