No Paraná, espetáculo de Natal em Curitiba encanta milhares

A tradicional apresentação de Natal no Palácio Avenida, no centro de Curitiba, teve a sua estreia na noite desta sexta-feira com o tema Vem Sonhar com a Gente, repleto de canções especiais para o final do ano. O frio, atípico para esta época, não afastou o público que se aglomerou o calçadão da rua XV de Novembro, ponto turístico da capital paranaense. A forte chuva veio durante a apresentação, mas a maior parte dos espectadores não deixou o local. Bastou tirar o guarda-chuva da bolsa.

A apresentação teve 50 minutos, com a participação de um coral formado por 120 crianças e adolescentes, assistidas por 12 casas-lares em Curitiba e região metropolitana. O espetáculo acontece nas sextas-feiras, sábados e domingos até o dia 16 de dezembro, a partir das 20h10.

Famílias e grupos de amigos aproveitaram a estreia para dar início às comemorações de Natal. "Já não é como nos anos anteriores, mas é tudo mágico e, realmente, a partir de agora, a gente entra no espírito natalino", comentou a dona de casa Suelen da Siqueira, que acompanhou a apresentação de hoje com a filha e duas sobrinhas - as crianças viam o espetáculo pela primeira vez.

A vendedora Isa de Oliveira já criou a tradição de sempre acompanhar a estreia, mesmo não trabalhando no centro de Curitiba. Ela se desloca do bairro Jardim Botânico apenas para assistir e ouvir as músicas de Natal. "Tem que ser no primeiro dia. Venho para acompanhar mesmo", afirmou. O engenheiro Alexandre Nunes e a nutricionista Luanda Giove foram para a frente do Palácio Avenida para assistir ao espetáculo pela segunda vez. "No ano passado tentamos vir, mas não conseguimos. É um espetáculo muito bonito e vale muito a pena vir até aqui. É bonito, é diferente e é de graça", ressaltou Luanda.

O espetáculo contou com o repertório de 13 músicas. Parte é composto por canções da música popular brasileira e, o restante, por composições natalinas. Um dos destaques foi Imagine, de John Lennon, interpretada pelas crianças. A apresentação começou com a introdução ao piano feita por uma menina, acompanhada por uma pequena orquestra. Outro destaque da noite foi participação de oito artistas curitibanos que atuam no teatro de sombras. Eles ficaram posicionados em algumas janelas no Palácio Avenida.

A temporada de apresentações foi marcada por muita polêmica durante o ano, no período de ensaios das crianças. O Ministério Público do Trabalho questionou a atuação dos jovens na rotina de ensaios e apresentações, que acontecia até às 22h. A alegação era de que as atividades poderiam afetar o desenvolvimento das crianças, além de configurar uma relação de trabalho, por trazer benefícios econômicos a partir da divulgação, o que foi negado pelo HSBC, o banco que organiza o evento. A instituição financeira, o Ministério Público do Trabalho, Ministério Público do Estado do Paraná e Superintendência Regional do Trabalho firmaram um acordo para viabilizar as apresentações.

Com isto, as crianças e adolescentes devem se apresentar somente por 50 minutos, com o encerramento até as 21h. Os órgãos ainda analisaram o cronograma de ensaios e apresentações. A quantidade de concertos também foi reduzida: serão nove apresentações em 2012, contra 12 em anos anteriores.