Psicóloga inventa sequestro para esconder agressão de ex-marido

A Polícia Civil do Distrito Federal informou que uma psicóloga de 33 anos forjou o próprio sequestro na tarde de terça-feira em Brasília para esconder uma agressão cometida pelo ex-marido. Ela vai responder por falsa comunicação de crime ou contravenção. À polícia, a mulher disse que estava saindo de uma agência bancária na Asa Sul, por volta das 15h30, quando foi rendida por uma pessoa e levada dentro do porta-malas do próprio carro até uma área rural de Sobradinho, onde teria sido deixada. As informações são da TV Globo.

Duas horas mais tarde, a psicóloga foi encontrada pela polícia com um hematoma no rosto e arranhões nos braços e nas pernas. O ferimento no rosto teria sido causado pelo ex-marido e as demais marcas no corpo pela própria psicóloga, com um pedaço de arame. Durante o depoimento, ela apresentou fatos contraditórios e a polícia descobriu a mentira. Ela pode pegar até seis meses de detenção.